quarta-feira, 9 de março de 2016

viver é ser outro

Em 2010, voltando da praia passei por um pixe no meio da estrada e nele dizia "viver é ser outro", discordei em partes, porem me apropriei do pensamento, com uma mudança: Sobreviver é ser outro.
no inicio de 2012 comecei a namorar e descobri que a pessoa que puxou aquilo, me dando forças para continuar a sobreviver foi o meu namorado. Sempre que passo por ali eu olho aquelas palavras, mas apenas hoje elas voltaram a ter o significado de 6 anos atras. Se eu quero sobreviver a esta selva de pedra, eu preciso ser outra. Não cabe mais a mim querer me encontrar onde eu não existo mais, nem nunca existi. Assim como uma criança recém nascida precisa aprender tudo do inicio hoje eu estou renascendo, surgindo das cinzas, sendo outra para sobreviver. Agora eu finalmente sou quem eu sempre quis ser. Agora a porra ficou séria.

Um comentário:

  1. Uh, poético e ao mesmo tempo rude hehehe
    Eu penso da mesma forma que você. Não sou mais a mesma garota, que se escondia atrás das pilatras da escola, p observar as pessoas. Nós estamos em constante mudanças, algumas boas, e outras ruins. Eu fico feliz que se reencontrou, ou melhor QUE NASCEU!!

    Beijos ^^

    ResponderExcluir