terça-feira, 8 de março de 2016

vomitando pensamentos

ola meninas, feliz dia das pessoas que sofrem uma vez por mes. Confissão do dia: Sou machista. Um beijo a todas feministas que acham que igualdade de generos é mostrar os peitos e poder dar pra geral sem ser chamada de putas, se isso é ser feminista, então eu sou machista e com bastante orgulho ate.
tirando esta vasta grosseria que guardo pra mim a mais de um ano e já estava sofrendo por não poder falar isso sem medo de ser espancada ate a morte por pessoas que eu desprezo, aqui vocês podem me xingar mas não podem me bater.
enfim, ja estou na linha do meu limite, como é possível perceber. Eu não aguento mais tanta pressão, e sei que ela vem principalmente de mim. Eu sinto necessidade de uma mudança radical urgente, uma vontade de arrancar a minha pele e sair deste corpo, eu não pertenço a mim, eu não sou assim e não sei o que "assim" significa. Eu não sou quem eu penso ser, eu não gosto de ser quem eu sou, eu preciso mudar, eu preciso me encontrar dentro deste corpo cheio de personalidades que não me pertencem, que apenas são usadas para agradar aos outros e não a mim. Eu não sou eu, eu não me pertenço, eu quero fugir de mim, fugir dessa bagunça que é meu corpo e minha mente. Socorro.

2 comentários:

  1. Realmente a ideia de feminismo tem sido seriamente deturpada por algumas liberalistas que tem como objetivo principal alienar outras mulheres.
    Vi até uma notícia sobre uma tal Marcha das Vadias. O cúmulo da idiotice.
    Eu não sou machista, isso não, mais digamos que acredito em um feminismo mais sutil, diferente desse banalizado qie pregam na internet.
    E sobre seus conflitos pessoais, espero de verdade que consiga se encontrar dentro de sí mesma e que consiga ser a pessoa que tanto gostaria. Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Eu concordo com você, para ser sincera, não faz sentindo certas coisas que eles " pregam ".
    Lute, e tenha ânimo. ❤

    ResponderExcluir