sexta-feira, 15 de abril de 2016

devaneios de uma mente doentia

estou sentada, sozinha como sempre, em um pavilhão comum aos estudantes de engenharia, esperando meu namorado finalmente sair da aula para irmos para a casa dele, finalmente poder ser ver em paz, poder conversar alem do whatsapp. É um momento feliz, não é? Deveria ser, mas minhas crises de ciúmes não estão deixando ser.
ontem e hoje deixei de estudar para poder me arrumar para ele, para ele me notar, para ele me achar mais bonita do que aquela vadia, eu não fiz reclamações hoje, eu tenho que ser menos chata que ela, eu fiz piadas maldosas que eu sei que ele gosta, porque eu tenho que ser mais engraçada que ela. Eu passei duas horas me arrumando e procurando uma roupa que pudesse ser sexy em casa mas comportada na rua, é assim que ele gosta, é assim que eu seria melhor que ela. Mas agora, quem esta na sala com ele? Ela. Quem é mais alta que eu? Ela. Quem é mais magra que eu? Ela. Quem esta no quarto ano enquanto eu estou no segundo porque desisti da outra faculdade ( e inclusive estaria me formando no final deste ano)? Ela.
eu odeio ela, mas eu odeio mais a mim por saber que eu sou melhor que ela em vários aspectos e que mesmo sendo a mim que ele escolheu, a mais de 4 anos atras e que ainda assim sou insegura, tenho medo de perde-lo e faço tanto para agradar, que não da certo.
eu so queria uma barra de chocolate e um sonífero agora.
em troca ganho mais 10 minutos esperando, arquitetando como eu serei a namorada naturalmente perfeita. Daqui a dez minutos eu vou procurar ela entre a multidão, passar do seu lado com ar de superior e ir pra casa com ele.
eu venci bitch, eu so não venci a mim, ainda.


dieta esta indo por agua abaixo, culpem meu professor de física. Não aguento mais estudar

4 comentários:

  1. Oi, Gabie ♥
    Acho que já experimentei uma gama imensa de sentimentos/sensações, e o ciúmes está entre as piores.
    O que posso dizer? Eu não tenho dúvidas das tuas qualidades (que vão muito além da aparência, com certeza), tanto é, que como você mesma disse, ele está contigo e não com ela.
    Se eu posso te dar algum conselho útil, é: não se compare, nem a ela e nem a ninguém. Sei que é difícil fazer isso, mas tente, valerá a pena.
    Quando eu digo pra não se comparar, é primeiro porque ninguém é igual a ninguém, nós seres humanos somos terrível e maravilhosamente diferentes uns dos outros. Segundo, você é especial por dezenas de aspectos/qualidades diferentes, coisas que não podem ser comparadas.
    Por fim, acredito que a perfeição não exista... talvez por isso tenhamos essa necessidade imensa de nos aliar à outros, atraídos muitas vezes por aquilo que falta em nós.
    Enfim, acho que me perdi num devaneio... desculpe :(
    Espero sinceramente que você se sinta melhor em breve, ânimo com os estudos e com a alimentação, ok?
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  2. De um murro nela q o odio passa kkkkkkk
    Princesa nos estaremos sempre aqui pra te apoiar. Como alguem q namora a seculos tbm diga q a bisca esta te incomodando e peça q ele se afaste.Tanto o homem como a mulher tem q fazer com q o companheiro seja feliz e seguro.

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Eu sei que é bem mais fácil falar do que fazer, mas, se ele não reconhecer suas qualidades ou sequer cogitar em te trocar por outra, então ele não te merece!
    Não perca tempo mudando o que você é para agradar alguém com medo de ficar sozinha, ele já sabia como você era quando te escolheu.
    E essa outra garota, ele não é sua inimiga, seu boy é racional e sabe muito bem o que faz, se ele está com você e ainda sim olhando para ela, a culpa é toda dele!
    Sei que não é fácil pensar assim, mas é como todas as mulheres deveriam pensar.
    Espero que não seja nada demais e só ciúmes da sua cabeça mesmo, beijos :*

    ResponderExcluir
  4. Gabi ♥
    Ela nunca vai ser melhor que você, Nunca!! Porque quem está com ele é quem? VOCÊ. Quem tem o beijo dele? VOCÊ. Quem tem o abraço e o carinho? VOCÊ. Quem tem o aconchego na mesma cama? VOCÊ. Você, e você!!

    ResponderExcluir